Páginas

domingo, 22 de maio de 2016

RN vacina contra H1N1 69,1% do público-alvo e não alcança meta


A meta de vacinação contra o H1N1 na campanha deste ano não foi batida no Rio Grande do Norte. De acordo com o Ministério da Saúde, em todo o estado, foram imunizadas 463 mil pessoas, o que representa 69,1% do grupo prioritário. A expectativa do Ministério da Saúde era vacinar pelo menos 80% do público-alvo da campanha.

O Ministério da Saúde enviou aos estados 54 milhões de doses da vacina para imunizar as 49,8 milhões de pessoas que fazem parte do público-alvo. Vários estados anteciparam o início da vacinação. Desde a última sexta-feira (13), cem por cento das doses já haviam sido recebidas pelos gestores estaduais de saúde, que por seu turno são responsáveis pela distribuição aos municípios.

“Embora o encerramento da campanha esteja programado para esta sexta, os estados que ainda não alcançaram a meta, ou ainda possuírem doses disponíveis, podem seguir vacinando a população prioritária”, explica o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Antonio Nardi. O município de Natal prorrogou a vacinação até o dia 3 de junho.

Segundo o secretário, em todo o país, 22 estados puderam adiantar suas vacinações, o que permitiu a alta cobertura vacinal alcançada até este momento.

Casos da Doença 

Neste ano, até 9 de maio, foram registrados 2.808 casos de influenza de todos os tipos no Brasil. Deste total, 2.375 por influenza A (H1N1), sendo 470 óbitos, com registro de um caso importado (o vírus foi contraído em outro país). Os dados constam no Boletim Epidemiológico de Influenza do Ministério da Saúde.

O Brasil possui uma rede de unidades sentinelas para vigilância da influenza, distribuídas em serviços de saúde de todas as unidades federadas do país, que monitoram a circulação do vírus influenza por meio de casos de síndrome gripal (SG) e síndrome respiratória aguda grave (SRAG).
http://g1.globo.com/rn

Temer financiou candidatos em 2014 com doações de empresas da Lava Jato

A campanha de Michel Temer para a Vice-Presidência na chapa de Dilma Rousseff em 2014 doou R$ 4,7 milhões a candidatos e a diretórios de partidos com recursos recebidos de duas empreiteiras envolvidas no escândalo da Operação Lava Jato -- OAS e Andrade Gutierrez.
Ao todo, a campanha do vice-presidente repassou R$ 16,5 milhões a 76 candidatos a vários cargos e a oito diretórios regionais do PMDB.

As doações declaradas de empresas para campanhas não são ilegais. Mas a chapa Dilma/Temer é alvo de quatro processos no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) que pedem a cassação do mandato por crimes eleitorais. Movidas pelo PSDB, as ações citam, entre os argumentos, as doações das empreiteiras envolvidas na Lava Jato como "abuso de poder econômico".
Os advogados de Temer, porém, pedem a separação das contas e alegam que o vice-presidente geriu os próprios recursos na campanha.

Além das doações por meio da conta aberta para a campanha, Temer fez outras duas doações com recursos próprios no valor de R$ 50 mil cada uma. Por essas doações, foi condenado, em segunda instância, no último dia 3 de maio, e pode se tornar inelegível por oito anos. Também terá de pagar multa de R$ 80 mil.

Ele ainda pode recorrer da decisão. A condenação ocorreu porque as doações excederam 10% de seu patrimônio declarado na eleição de 2014, que foi de R$ 839.924,46.
As prestações de contas separadas dos recursos próprios de Temer e os de campanha existem porque, pela lei eleitoral, é obrigatória a abertura de uma conta específica para movimentações financeiras de campanha diferente da conta pessoal.
Uol.com

"Estou profundamente abalada e triste", diz Ana Hickmann após ataque de fã

 
A apresentadora Ana Hickmann falou neste domingo (22) pela primeira vez sobre a tentativa de homicídio que sofreu em Belo Horizonte no último sábado. Ana participava de um evento na capital mineira quando foi feita de refém por um fã armado no hotel em que estava hospedada. Rodrigo Augusto de Pádua, de 30 anos, foi morto pelo cunhado de Ana, Gustavo Côrrea.

"Nunca pensei que isso poderia acontecer! Nunca pensei que o ser humano fosse capaz disso! Foi terrível! Estou profundamente abalada e triste! Só peço que todos rezem por minha cunhada para que ela se recupere logo", disse a apresentadora em comunicado enviado à imprensa.

Segundo a nota, Ana já está em sua residência em São Paulo e "se recupera do fatídico dia". Giovana Oliveira, assessora de imprensa e cunhada de apresentadora, continua internada no hospital Biocor em Belo Horizonte. Ela foi baleada no abdome e no braço, passou por uma cirurgia, mas seu estado de saúde é estável.

Tiros No Hotel

Anna Hickmann e os cunhados, Gustavo e Giovana, estavam em Belo Horizonte para fazer o lançamento de uma coleção de roupas da apresentadora. Por volta das 14h de sábado, Rodrigo, que usou um nome falso para se hospedar no mesmo hotel que Hickmann, abordou Gustavo e o levou até o quarto da ex-modelo.

Segundo o Boletim de Ocorrência, Rodrigo mantinha Ana e os familiares como reféns quando Gustavo se levantou e conseguiu desarmá-lo. "As vítimas saíram correndo do apartamento, e Gustavo entrou em luta corporal, conseguindo desarmar o agressor", diz o documento.
Uol.com

segunda-feira, 16 de maio de 2016

Temer diz que não será candidato à reeleição em 2018

O presidente interino, Michel Temer (PMDB), disse em entrevista ao programa "Fantástico", da TV Globo, na noite deste domingo (15) que não será candidato à reeleição em 2018. Temer disse que a pergunta era "complicada", mas ao final negou a candidatura. Segundo ele, esta decisão permite que ele não pratique gestos e atos focados em uma nova eleição.

"Não é a minha intenção [ser candidato]. Aliás, não é a minha intenção, e é a minha negativa. Eu estou negando a possibilidade de uma eventual reeleição, até porque isso me dá maior tranquilidade, eu não preciso praticar gestos ou atos conducentes a uma eventual reeleição. Eu posso ser até - digamos assim - impopular, mas desde que produza benefícios para o país, para mim é suficiente", declarou o peemedebista.

A entrevista foi acompanhada de panelaços em várias capitais.
Temer admitiu sua impopularidade, mas ressaltou que tem "legitimidade constitucional" para estar no cargo, além de longa trajetória política. "Fui eleito com ela [Dilma]. Os votos que Dilma recebeu, recebi também", disse o presidente interino, referindo-se à sua colega de chapa na reeleição de 2014. "O PMDB também trouxe muitos votos a Dilma."
"Reconheço que não tenho inserção popular. Só terei se produzir efeitos benéficos para o país", disse ele.
http://noticias.uol.com.br/

Cabra de duas patas aprende a andar

Uma cabra determinada (e equilibrada) que possui somente as patas dianteiras aprendeu a andar na província de Yunnan, sudoeste da China.
 O animal nasceu em uma fazenda no Condado Autônomo de Xinping Yi-Dai em 2015. Um funcionário do local disse que ela sempre se locomoveu apenas com as duas patas. Veja o vídeo da

Televisão Central da China que mostra os passos da cabra: http://noticias.band.uol.com.br/

Cauby Peixoto morre aos 85 anos em São Paulo

O cantor Cauby Peixoto morreu na noite deste domingo (15), aos 85 anos, em São Paulo. O fã-clube oficial do cantor informou que a morte foi por volta das 23h50. O artista estava internado devido a uma pneumonia, desde o dia 9 de maio, no Hospital Sancta Maggiore, no Itaim Bibi, na Zona Sul de São Paulo.
O corpo do cantor deve ser velado na Assembleia Legislativa de São Paulo, no Ibirapuera, na Zona Sul da capital, a partir das 9h desta segunda-feira (16). O enterro será no Cemitério Congonhas. O horário ainda não foi informado.

Alguns amigos do artista disseram que, em 9 de abril, Cauby Peixoto tinha um show marcado em Vila Velha, Espírito Santo, mas o espetáculo foi adiado porque o artista se sentiu mal.
Cauby Peixoto, que estava em turnê pelo Brasil com a cantora Angela Maria, se apresentou ao lado da artista no dia 3 de maio no Theatro Municipal do Rio de Janeiro.
A turnê comemorava 60 anos da carreira de cada um dos artistas. No repertório estavam sucessos como “Vida da bailarina”, “Cinderela”, “Gente humilde”, “Bastidores”, “Babalu” e “Conceição”. http://g1.globo.com/

sábado, 14 de maio de 2016

Revezamento da Tocha Olímpica vai começar pelo município de São José de Mipibu

Atendendo solicitação do governador Robinson Faria, o secretário de Estado do Esporte e do Lazer (SEEL), Canindé de França, acompanhado do secretário municipal de Esportes de Angicos, Francisco Oliveira, participaram nesta semana das reuniões que antecedem os preparativos para a passagem da Tocha Olímpica Rio 2016 pelo Rio Grande do Norte, cuja chegada está prevista para acontecer no dia 4 de junho, às 10h24, no município de São José de Mipibu.

De acordo com Canindé de França, as reuniões realizadas foram com os diretores do Detran, Júlio César, e DER, José Ernesto Fraxe, a fim de tratar da operação de trânsito e sinalização do revezamento da Tocha Olímpica que obedecerá rigorosamente a seguinte sequência nos dois dias que passará pelo solo potiguar: São José de Mipibu, Parnamirim e Natal, no dia 4 de junho, depois Lajes, Angicos, Assu e Mossoró, no dia 6 de junho.

No dia 5, a tocha segue para Fernando de Noronha, retornando ao território norte-rio-grandense no dia seguinte para cumprir o revezamento nas cidades de Lajes, com chegada prevista para às 8h30, depois Angicos às 12h11, Assu às 14h49 e Mossoró, às 16h56. A despedida da chama olímpica no Rio Grande do Norte acontecerá às 19h, na Estação das Artes, durante a festa junina mossoroense, seguindo depois para o Ceará. 
Fonte: http://oportaln10.com.br

Thábata Ex-parceira musical de Ximbinha lança música solo

Thábata Mendes lançou nesta quinta-feira (5) a faixa "Tô Querendo Voltar", sua primeira música da carreira solo após uma breve parceria com Ximbinha na banda X-Calypso.
A cantora potiguar está investindo no estilo sertanejo pop e a faixa tem composição de Marquinhos Marraial, pernambucano que também segue trabalhando para o amigo Ximbinha.
Com a nova música, Thábata Mendes pretende iniciar uma turnê pelo país que vai levar o mesmo nome da faixa. "Tô Querendo Voltar" fala sobre uma decepção amorosa.
"Tô Querendo Voltar" levou três meses para ficar pronta e foi divulgada nesta quinta (5) nas redes sociais de Thábata -- que conta com 350 mil seguidores somente no Facebook -- uma semana depois do anúncio de sua "volta".
Ela disponibilizou sua primeira música de trabalho gratuitamente para os fãs baixarem. Segundo seu assessor, Eduardo Pedrosa, a cantora deve sair em turnê até junho. 

Carreira artística desde da infância 

A potiguar de 30 anos iniciou a carreira artística no circo, aos 9 anos. Depois, tentou ser cantora de axé, sertanejo e chegou a ser cogitada como nova musa do "forró pop". Por influência da mãe, Thábata também atuou como empresária em sua cidade natal, Mossoró (RN). 
 O reconhecimento nacional, no entanto, só veio depois do convite de Ximbinha para a cantora potiguar integrar a Banda XCalypso e do conturbado e surpreendente final da parceria apenas três meses depois do anúncio.
Fonte: uol.com.br

Lula admite que PT não tem alternativas para 2018

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva admitiu, em recentes conversas, a falta de alternativas do PT, além dele próprio, para a disputa presidencial de 2018 após a abertura do processo de impeachment contra a presidente Dilma Rousseff.

Lula reclama de o PT "não criar quadros". O ex-ministro-chefe da Casa Civil Jaques Wagner e o prefeito de São Paulo, Fernando Haddad, são as opções que defende para a corrida presidencial.
A aliados, Lula reconheceu, no entanto, que, sem cargo na Esplanada dos Ministérios, Wagner dificilmente terá a exposição necessária para se promover para a disputa eleitoral.

Lula sugere que ex-ministros recém saídos do governo Dilma passem a integrar o comando do partido. Ricardo Berzoini e Miguel Rossetto serão, por exemplo, escalados para funções partidárias. Vice-presidente do PT, Paulo Teixeira (SP) afirma que a proposta é "adensar" a cúpula partidária para a defesa de Dilma até o julgamento final do impeachment.
Fonte: http://www1.folha.uol.com.br

Rodrigo Faro realiza sonho de moça que levou enxada em seu baile de formatura


No dia 9 de abril, Kauany Sousa, de 24 anos, chamou a atenção do país inteiro ao levantar uma enxada em seu baile de formatura, em Mossoró (RN), em homenagem aos pais agricultores. Bastante emocionada, a jovem comoveu não apenas o senhor Nilson Pereira e a dona Creuza Alves: ao ver o vídeo na internet, Rodrigo Faro reuniu sua equipe para contar ao Brasil a história dessa moça batalhadora e determinada.
Em uma reportagem especial da Hora do Faro deste domingo (15/05), Kauany viaja até São Paulo para realizar alguns de seus sonhos, como ir aos estúdios da Record e conversar com artistas da emissora. Com Marcos Mion, por exemplo, ela faz uma divertida entrevista. No Cidade Alerta, Kauany fica cara a cara com Marcelo Rezende e se encanta com a estrutura do cenário. Mas é quando encontra Celso Freitas e Adriana Araújo que seu coração vai a mil. Fã dos apresentadores do Jornal da Record, ela divide a bancada com eles e leva todo mundo às lágrimas.
Hora do Faro vai ao ar aos domingos, às 15h30.
Fonte: http://otvfoco.com.br/

Mc Guimê é detido com maconha após show em Minas Gerais

 
MC Guimê foi detido pela Polícia Militar de Minas Gerais na madrugada desta segunda-feira (9), após um show em Nova Lima, região metropolitana de Belo Horizonte. O cantor prestou depoimento, assinou um termo circunstanciado de ocorrência (para crimes de menor potencial ofensivo) e foi liberado em seguida.
Fonte: UOL

quinta-feira, 12 de maio de 2016

Ministério da Saúde confirma 106 casos de microcefalia no RN


O Rio Grande do Norte tem 106 casos confirmados de microcefalia e de malformações no sistema nervoso. Os dados são do boletim divulgado pelo Ministério da Saúde nesta quarta-feira (11). Com as confirmações, o RN é o 5º estado do Brasil com maior número de casos confirmados. Os dados do boletim foram atualizados no dia 7 de maio.
Outros quatro estados nordestinos registraram mais casos de microcefalia que o RN. Pernambuco, com 351 casos confirmados, Bahia, com 237, Paraíba, com 119 e Maranhão, com 116. Além de ter os cinco estados com mais casos, a região nordeste também é líder em casos suspeitos. Até o momento já são 1.190.
Além dos casos confirmados, ainda estão em investigação no RN outros 265 casos. 50 foram descartados. Em relação aos casos descartados, o ministério informou que apresentarem exames normais ou por apresentarem microcefalia e ou malformações confirmadas por causa não infecciosas ou não se enquadrarem na definição de caso.
De acordo com a Secretaria de Estado de Saúde Pública do RN (Sesap), Natal é a cidade com mais casos confirmados (31), seguida por Parnamirim (8 casos) e Ceará-Mirim (7). Mossoró é a cidade com mais casos suspeitos da malformação, com 88 casos.
G1 RN

Emparn abre seleção para técnicos de nível médio; salário é de R$ 2 mil

A Empresa de Pesquisa Agropecuária do Rio Grande do Norte (Emparn) abriu processo de seleção de técnicos agrícolas e técnicos de nível médio nas áreas de agricultura, agroecologia, agropecuária e zootecnia. O período de inscrição vai de 26 de abril a 16 de maio (Clique aqui para ver o edital). Os salários previstos pela Emparn são de R$ 2 mil.
Ao todo, seis vagas temporárias estão sendo oferecidas. São duas em Natal, duas em Apodi, uma em Cruzeta e uma em Pedro Avelino. O início previsto das atividades é dia 16 de junho e o contrato tem duração de 24 meses.
O processo seletivo terá duas etapas de seleção envolvendo o envio de currículo na primeira etapa e uma entrevista na segunda. O profissional vai atuar em ações de pesquisa, desenvolvimento e extensão rural, com a cultura da palma forrageira.
G1 RN

MP apura 'possível ato de improbidade' do governador do RN


O Ministério Público do Rio Grande do Norte instaurou inquérito civil para apurar "possível prática de ato de improbidade administrativa" cometida pelo governador do Estado, Robinson Faria (PSD). O procurador-geral de Justiça, Rinaldo Reis, se baseou em representação encaminhada pela Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público da Comarca de Natal noticiando que Robinson teria regulamentado, através de decretos, o pagamento de pensão eletiva aos ex-governadores Lavoisier Maia Sobrinho e José Agripino Maia.
A portaria que instaura o inquérito foi publicada na edição desta terça-feira (10) do Diário Oficial do Estado. De acordo com o texto do documento, Robinson Faria, por atos normativos e com efeito retroativo, elevou "consideravelmente o valor até então pago – de aproximadamente R$ 11 mil para R$ 33.823". Segundo a representação, esses atos normativos seriam irregulares, "pois, em tese, contrariaram normas orçamentárias e administrativas, o que pode configurar ato de improbidade administrativa".
O procurador Rinaldo Reis, ainda na portaria, determina que o governador Robinson Faria seja notificado e que preste informações por escrito, no prazo de 10 dias, sobre a representação da Promotoria do Patrimônio Público.

O Governo do Estado emitiu nota sobre o inquérito alegando que os atos não foram iniciativa da atual administração. "A publicação dos decretos no dia 24 de setembro de 2015 foi um ato meramente formal, para regularizar uma situação ja existente há décadas, em virtude do extravio dos autos dos procedimentos administrativos de concessão das pensões pela Administração Pública. A publicação teve efeitos retroativos à data da concessão tão somente para legitimar o ato, não havendo efeitos financeiros nem diferenças a serem pagas", diz a nota.
Fonte: G1 RN

Sem ganhar nenhuma eleição, PMDB emplaca terceiro presidente em 30 anos

Sem vencer nenhuma eleição para Presidência da República em seus 50 anos de história, o PMDB assumirá o cargo pela terceira vez em pouco mais de 30 anos. Com a confirmada ascensão de Michel Temer, o partido passa a ter "100% de aproveitamento" de seus três vices, que chegaram à Presidência.
O primeiro governo federal do PMDB se iniciou em 1985, com José Sarney. Ele assumiu a Presidência por causa da morte de Tancredo Neves, também peemedebista, que venceu a eleição indireta em janeiro daquele ano, mas adoeceu e morreu antes mesmo de tomar posse.
Sarney, porém, não tinha nenhum histórico no PMDB e se filiou em agosto de 1984, deixando o PDS num acordo com setores mais conservadores para poder concorrer como vice de Tancredo.
O segundo presidente peemedebista também se filiou em cima da hora. Itamar Franco assinou ficha em maio de 1992, quando o governo Collor já enfrentava uma grave crise de popularidade. Itamar foi eleito pelo PRN, junto com Collor, mas deixou o partido após uma reforma ministerial feita em abril daquele ano. Em 2 de outubro, assumiu como presidente interino após abertura de processo de impeachment --que viria a ser aprovado em dezembro.

Derrotas nas urnas 

O PMDB nasceu como MDB, em 24 de março de 1966, após o Ato Institucional 2, que instalou o bipartidarismo no país. Em 30 de junho de 1981, o partido se transformou em PMDB e é hoje a legenda mais antiga e com maior número de filiados do país: 2,4 milhões de pessoas.
Desde a redemocratização e a retomada das eleições diretas para presidente, o PMDB tentou por duas vezes chegar ao cargo máximo do país, mas as tentativas acabaram marcadas por fiascos.
Em 1989, o PMDB lançou Ulysses Guimarães ainda sob a égide de ter lutado pelas Diretas Já e liderado a Constituição de 1988. Porém, ficou apenas na 7ª colocação, com 4,6% dos votos válidos.
Em 1994, foi a vez de Orestes Quércia ser candidato pelo partido, mas recebeu 4,3% dos votos, quando Fernando Henrique Cardoso (PSDB) foi eleito no primeiro turno.
Em 2002, o PMDB concorreu à chapa majoritária de José Serra (PSDB) com a vice-candidatura de Rita Camata --derrotada em segundo turno por Lula. Em 2010, voltou ao poder com a eleição de Michel Temer como vice de Dilma Rousseff (PT).
Fonte: UOL

Cade exige que sociedade entre Record, SBT e RedeTV! produza conteúdo

 
Silvio Santos, Edir Macedo e Amilcare Dallevo Jr. se uniram em 2015 para criar uma empresa, a Newco, com o objetivo de negociar em conjunto o licenciamento dos sinais de SBT, Record e RedeTV! para operadores de TV paga.
Nesta quarta-feira (11), o Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) aprovou a criação da empresa, mas estabeleceu algumas restrições importantes. A mais radical altera a própria natureza da associação.
 O órgão exigiu que 75% da receita líquida da nova empresa seja investida no desenvolvimento de produtos e serviços para televisão por assinatura e outras mídias. Ou seja, o objeto principal da Newco passa a ser a produção de conteúdo.
O Cade também exigiu que a empresa forneça o sinal das três emissoras de forma gratuita para operadoras que detêm até 5% do mercado nacional. Ou seja, para os assinantes destas operadoras, não haverá justificativa para aumento de preço dos pacotes.
Por fim, o órgão estabeleceu um prazo de vigência para a empresa, de seis anos. Este período dará ao Cade, nas suas palavras, “a oportunidade de analisar a evolução de mercado ainda não testada e os impactos do remédio definido”.
O site Noticias da TV publicou ontem um texto no qual explica as motivações de SBT, Record e RedeTV!. O objetivo principal é enfrentar a Globo, que desde 2014 já cobra das operadoras por seu sinal digital.Juntas, as três emissoras terão, em tese, mais cacife para negociar.
Fonte: UOL

Sofro a dor da injustiça, diz Dilma após afastamento

Em seu primeiro pronunciamento oficial após ser intimada da decisão do Senado sobre a abertura do processo de impeachment nesta quinta-feira (12), a presidente afastada Dilma Rousseff afirmou sofrer "a dor inominável da injustiça". Em discurso de 15 minutos à imprensa, Dilma lembrou de sua luta contra ditadura militar (1964-85) e do câncer contra qual lutou, em 2009, quando era ministra-chefe da Casa Civil.
"O destino sempre me reservou muitos desafios. Muitos e grandes desafios. Alguns pareciam a mim intransponíveis. Mas eu consegui vencê-los. Eu já sofri a dor indizível da tortura. A dor aflitiva da doença. E, agora, eu sofro mais uma vez a dor igualmente inominável da injustiça. O que mais dói, neste momento, é a injustiça. O que mais dói é perceber que estou sendo vítima de uma farsa jurídica e política. Mas não esmoreço. Olho para trás e vejo tudo que fizemos. Olho para frente e vejo tudo que precisamos fazer."

Após a decisão de hoje do Senado, Dilma ficará oficialmente afastada do cargo por até 180 dias. O processo na Casa, no entanto, pode acabar antes dos seis meses. Se for considerada culpada, ela sai do cargo definitivamente e fica inelegível por oito anos (não pode se candidatar a nenhum cargo público). Michel Temer será o presidente até o fim de 2018. Se for inocentada, ela volta à Presidência.
Vestindo branco, Dilma declarou em seu pronunciamento que pode ter cometido erros, mas não crime. "Não existe injustiça mais devastadora do que condenar um inocente. Esta farsa jurídica da qual estou sendo alvo, é que nunca aceitei chantagem de qualquer natureza. Posso ter cometido erros, mas não cometi crimes. Estou sendo julgada por ter feito justamente tudo que a lei me autorizava fazer", disse.
Fonte: UOL

Grupo de mulheres se acorrenta no Planalto contra afastamento de Dilma


Um grupo de pouco mais de 30 mulheres está acorrentado em grades em frente ao local onde a presidente afastada, Dilma Rousseff, fez uma fala ao público, na beira da rampa do Palácio do Planalto.
O grupo, que reúne mulheres de diversos movimentos sociais, afirmou que "vai resistir" e só sairá do local à força. "Eles estão tirando a Dilma à força e nós vamos ficar aqui até eles tirarem a gente à força, em solidariedade à democracia e à presidente Dilma", disse Camila, que depois de repreendida pelas demais identificou-se como Vanda. "Somos todas Vanda", afirmou em referência ao nome utilizado por Dilma durante a ditadura militar.
 Segundo uma das integrantes, a polícia ainda não tentou retirá-las do local. "Estamos conversando, mas estamos empenhadas em ficar aqui até o golpe acabar", disse.
Fonte: UOL

Após mais de 20 horas, Senado aprova processo de impeachment e afasta Dilma 360

O Senado aceitou, no início da manhã desta quinta-feira (12), o pedido de abertura do processo de impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Foram 55 votos a favor e 22 contra. Dilma deixa a Presidência um ano e quatro meses depois de assumir seu segundo mandato. A sessão durou 20 horas e meia.
Por volta das 11h da manhã, Dilma foi comunicada oficialmente sobre o afastamento e assinou a intimação no Planalto. Em seguida, Michel Temer (PMDB) foi notificado e assumiu a Presidência interinamente.
Dilma fica oficialmente afastada do cargo por até 180 dias a partir da notificação da decisão do Senado. O processo no Senado, no entanto, pode acabar antes dos seis meses. Se for considerada culpada, ela sai do cargo definitivamente e fica inelegível por oito anos (não pode se candidatar a nenhum cargo público). Temer será o presidente até o fim de 2018. Se for inocentada, volta à Presidência.