Páginas

domingo, 22 de maio de 2016

RN vacina contra H1N1 69,1% do público-alvo e não alcança meta


A meta de vacinação contra o H1N1 na campanha deste ano não foi batida no Rio Grande do Norte. De acordo com o Ministério da Saúde, em todo o estado, foram imunizadas 463 mil pessoas, o que representa 69,1% do grupo prioritário. A expectativa do Ministério da Saúde era vacinar pelo menos 80% do público-alvo da campanha.

O Ministério da Saúde enviou aos estados 54 milhões de doses da vacina para imunizar as 49,8 milhões de pessoas que fazem parte do público-alvo. Vários estados anteciparam o início da vacinação. Desde a última sexta-feira (13), cem por cento das doses já haviam sido recebidas pelos gestores estaduais de saúde, que por seu turno são responsáveis pela distribuição aos municípios.

“Embora o encerramento da campanha esteja programado para esta sexta, os estados que ainda não alcançaram a meta, ou ainda possuírem doses disponíveis, podem seguir vacinando a população prioritária”, explica o secretário de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Antonio Nardi. O município de Natal prorrogou a vacinação até o dia 3 de junho.

Segundo o secretário, em todo o país, 22 estados puderam adiantar suas vacinações, o que permitiu a alta cobertura vacinal alcançada até este momento.

Casos da Doença 

Neste ano, até 9 de maio, foram registrados 2.808 casos de influenza de todos os tipos no Brasil. Deste total, 2.375 por influenza A (H1N1), sendo 470 óbitos, com registro de um caso importado (o vírus foi contraído em outro país). Os dados constam no Boletim Epidemiológico de Influenza do Ministério da Saúde.

O Brasil possui uma rede de unidades sentinelas para vigilância da influenza, distribuídas em serviços de saúde de todas as unidades federadas do país, que monitoram a circulação do vírus influenza por meio de casos de síndrome gripal (SG) e síndrome respiratória aguda grave (SRAG).
http://g1.globo.com/rn

Nenhum comentário:

Postar um comentário